Artigos


Alimentos que fazem mal ao seu cachorro

Muitos donos preferem alimentar os cães com comida preparada que com ração industrializada. Contudo, se você decidiu alimentar seu cachorro com alimentos preparados em casa é preciso ter em mente que nem tudo que é bom para os humanos também é bom para os cães. Cães têm um aparelho digestório diferente do nosso e reagem de maneira diferente a várias substâncias.
Um outro problema que os donos de cães raramente percebem é diferença de tamanho, uma pessoa pesa em média 70 kg, mas muitos dos nossos cachorros pesam 2 kg, alguns até menos… Por isso é preciso tomar cuidado redobrado, pois quantidades pequenas de alguma substância, que não seria suficiente para fazer mal para uma pessoa pode ser suficiente para fazer mal para um cachorro de pequeno porte.
Para ajudar os donos de cães, o Adestradores na Web traz para você uma lista de alguns alimentos que nunca devem ser dados para o seu cãozinho, nem por brincadeira.

CASCAS DE BATATAS E TOMATES - Batatas e tomates contem uma substância chamada solanina e outros alcalóides. Se ingeridos em grande quantidade, podem gerar salivação excessiva, desarranjo do trato gastrointestinal, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central e outros sintomas. Evite.

ABACATE - Folhas, semente e a fruta do abacate contem uma substância tóxica chamada persina. Pode causar desarranjo gastrointestinal.

CAFÉ - Café contem componentes perigosos chamados xantinas que podem causar danos ao sistema nervoso e sistema urinário, a cafeína presente no café acelera o coração, podendo causar taquicardia e até mesmo ataques cardíacos, quanto menor for o cachorro, maiores os riscos.

NOZ-MACADÂMIA - Contem uma toxina desconhecida que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso de cachorros causando tremores, nos casos mais graves podem causar paralisia patas nas patas trazeiras dos cachorros.

ALHO - Nunca dê alimentos temperados com alho para o seu cachorro, apesar de saudável para os seres humanos o alho destrói as células vermelhas do sangue dos cães e pode causar anemia e, em casos mais graves, falência renal por perda de hemoglobina.

CEBOLA - De maneira semelhante ao alho, a cebola, embora seja boa para humanos, é prejudicial às células sanguíneas dos cães, a cebola contém tiosulfato. Cachorros sensíveis a cebola podem desenvolver anemia causando danos cumulativos à hemoglobina, ou seja, toda a cebola que o seu cachorro ingerir na vida vai causar pequenos danos irreversíveis que vão se acumulando com o tempo até o dia em que os sintomas aparecem.

CHOCOLATE - O chocolate assim como todos os derivados do cacau e de outras plantas do gênero Teobroma, como o cupuaçu, contém uma proteína chamada teobromina, esta proteína é prejudicial aos cães, pois contem um composto diurético e estimulante do coração. O chocolate pode causar ritmo cardíaco acelerado, podendo levar a convulsões ou mesmo morte. E causa vômitos se for ingerida em quantidade. Um cão de médio porte, com 22 kg irá vomitar se ingerir 85gr de chocolate amargo ou 200g de chocolate ao leite. Em cães menores a quantidade necessária é menor. Sinais: Excitação inicial, beber e urinar excessivamente, vômito e diarréia.

UVAS E PASSAS - Ainda não se sabe a razão, mas uvas e passas podem causar falência renal em cães.

BEBIDAS ALCOÓLICAS - De maneira semelhante ao que acontece com as pessoas, o álcool diminui as funções cerebrais. Mas diferente das pessoas os cães são mais sensíveis a ele, e além disso tem corpos menores, pequenas quantidades de álcool podem levar cães pequenos ao estado de coma. E cães maiores também podem ser afetados com quantidades um pouco maiores. Sinais e efeitos colaterais: Descordenação, Excitação, Depressão, Urinar excessivamente, Respiração lenta, Ataque cardíaco e morte.

COMIDAS ESTRAGADAS OU MOFADAS - Muitos tipos de mofo contem uma toxina chamada aflatoxina. Pode causar vômito/diarréia, tremores musculares, descordenação, febre, salivação excessiva e danos ao fígado.

CASCAS DE BATATAS E TOMATES - Batatas e tomates contem uma substância chamada solanina e outros alcalóides. Se ingeridos em grande quantidade, podem gerar salivação excessiva, desarranjo do trato gastrointestinal, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central e outros sintomas. Evite.

COMIDAS GORDUROSAS - O problema principal destes alimentos é um desarranjo gastrointestinal e, em alguns casos pode culminar em uma pancreatite. Pode ser fatal em alguns animais e é quase sempre causado por comidas muito gordurosas como bacon. Além destes alimentos, novas substâncias prejudiciais aos cães continuam sendo descobertas. O “Animal Poison Control Center” – APCC (Centro de controle de envenenamento de animais) chama a atenção para uma substância chamada xylitol, um substituto do açúcar que contém menos calorias e que está presente alguns em bolos, biscoitos e doces. Durante o ano de 2006 o APCC recebeu mais de 200 casos de envenenamento canino com xylitol. No caso de intoxicação sempre leve ao veterinário mais próximo. Não deixe medicamentos ao alcance de animais.